Minha lista de blogs

sexta-feira, 31 de maio de 2019

PREFEITO ANTÔNIO DE ROQUE DISSE QUE NÃO VAI RECORRER A REDUÇÃO DE SALÁRIO E QUE TRABALHA PARA O POVO.

Nesta quarta-feira 29/05, na cidade de Jataúba-Pe, em uma conversa rápida com o prefeito Antônio de Roque, o mesmo falou de sua visita ao governador Paulo Câmara, dos projetos que estão sendo feitos e as que serão iniciadas em breve, e da polêmica redução dos salários, acatado pelo juiz no último dia 22/05. E outros assuntos de interesse da população Jataúbense.
- Qual foi a demanda prioritária pra Jataúba no encontro com Paulo Câmara . 

Prefeito: Disse que todas demandas foram importantes, que foi uma conversa franca e aberta com o governador, onde falaram dos problemas maiores que precisam ser quitados, dos recursos das emendas que falta. E de uma emenda da rua do matadouro pra terminar o " T ", que é  necessário  e a população precisa pra ter acesso mais decente, o governador prometeu liberar a verba o mais rápido possível.

Falaram também sobre água no município, segundo o prefeito o governador  prometeu fazer duas ou três pequenas barragens, mesmo já tendo feito no município na cota do deputado federal Whoney Queiroz e de Fábio Mamão.

Sobre a segurança em Jataúba, disse que a prioridade na conversa foi exclusivamente sobre a saída anoite dos policiais em direção a cidade do Brejo da Madre de Deus, porquê mesmo tendo uma guarda comunitária eficiente, a população não  pode ficar desguarnecida de policiais militares, e que segurança é  pra ser dia e noite, não  só um horário  no decorrer  do dia. E também  sobre a questão  do delegado que não atende todos dias, o governador prometeu analisar e rever está questão  da segurança  pública  de Jataúba.

  - Nesta reunião com Paulo Câmara, foi pauta sua sucessão em 2020. 

Prefeito: É normal quando políticos se encontram, falar em política. Mais a conversa foi focada em quem tá  trabalhando, de que forma está sendo  comandada.

Conversamos sobre os prováveis futuros candidatos das cidades vizinhas que tem mais chances de postular uma candidatura,  mais sobre Jataúba não  foi discutido  nada pra 2020. E a nossa preocupação no momento é com o bem estar do município, e cumprir com os compromissos pra depois pensar em política, pra não  cometer o erro  de outras cidades que estão sem uma administração eficiente. E uma administração  tem que ser diária.

 Por isso que agente só  pode pensar em política no prazo de 180 dias antes da eleição. Porque daqui até  março de 2020 o prazo limite  pra filiações, muitos vereadores e pré-candidatos mudarão de siglas partidária. Tudo só será definido no prazo limite, é  por esse motivo que nomes  não deverão ser comunicados por nenhuma ala politica neste ano.

   - Qual seu ponto  de vista sobre a ação movida contra o prefeito e vereadores, pelo advogado André Tadeu e acatada pelo juiz no dia 22/05.

Prefeito: A ação do advogado foi baseado em fatos que é uma ação popular, o juiz julgou fundamentada com procedência. Nós  que somos políticos temos esse guardião que é a justiça.

Respeito  plenamente  a decisão  do juiz, e vou cumprir como já venho cumprindo, não tinha antecipado aumento salarial e não irei aumentar. Eu tinha o direito, de ganhar 18.000 mil reais mais não aumentei, já visando o que estava acontecendo  no país.

Tenho direito ao teto salarial  de 18.000 mil reais, mais em respeito à decisão  do juiz, não irei recorrer na justiça. Vou cumprir rigorosamente a decisão judicial. E temos que respeitar a instituição.

 - Já  conversou com sua bancada de vereadores, sobre sua decisão nesta ação acatada e decidida pelo juiz. 

Prefeito: Eu tive conhecimento do ocorrido na quarta-feira (22/05) logo em seguida, mais só houve divulgação  pela imprensa na segunda-feira  (27/05) anoite.

Conversei com o presidente da Câmara, mais o presidente Paulo de Floro é  soberano a decisão  própria, se a Câmara de Vereadores vai recorrer  ou não, é uma decisão  dele. O que confirmo é  que  o poder executivo  não vai recorrer.

Só  que o legislativo é um poder que tem muita força, eu não conversei e nem dou opinião sobre isso, o presidente da Câmara é competente e assumi seus atos, não sei qual será a decisão.  Porém  eu aconselho que não recorra.

   - Sobre sua administração o que tem pra dizer pra a população Jataúbense. 

Prefeito:  Agradecer primeiramente a Deus, meus secretários e a todos funcionários, minha bancada de vereadores que sempre esteve ao meu lado, aos garis que estão diariamente limpando e dando outra visão a população e aos visitantes da nossa cidade. Temos que acreditar no país, porque  eu acredito e acho que a crise para os municípios já  passaram, as receitas está melhorando e tem prefeitos que não tem coragem de dizer que está melhor,  e a recuperação do país está bem próxima. E se Deus quiser vou terminar meu mandato com os pés no chão e de cabeça  erguida.

 Vou fazer essa praça dos estudantes, que está faltando só licitar e que no máximo em 60 dias tá começando  a praça, vou construir a escola da Passagem que deve começar  no segundo semestre e se Deus quiser o anexo José Higino vai funcionar no ano que vem na Passagem do Tó, o asfalto estou só esperando a liberação da caixa, é uma obra federal e agente tá colocando 510 mil dentro do contrato em uma conta padrão, pra ter início e deve sair rápido.

Por isso lhe disse que está melhorando, porque houve uma melhora nos repasses ao município, por esse motivo que estamos fazendo mais benefícios  e obras pra Jataúba. Quero agradecer a toda população, e que todos tenha a certeza que trabalhamos nesta administração para o povo.


                   Blog do França.

quinta-feira, 30 de maio de 2019

JATAÚBA TERÁ CONCURSO EM BREVE, COM 70 VAGAS.

Concurso para Prefeitura de Jataúba - PE, que será realizado em breve. Serão 70 vagas em disputa, para profissionais de todos os níveis de escolaridade.
A Prefeitura de Jataúba, no estado do Pernambuco, irá abrir novo edital o objetivo de preencher 70 vagas, sendo 15 vagas de nível fundamental, 3 vagas de nível médio e 52 vagas para nível superior. A empresa PLANEJAR CONSULTORIA E PLANEJAMENTO LTDA será a responsável pelo concurso da Prefeitura de Jataúba – PE.
Segundo dados do extrato do contrato, para as inscrições de nível superior será cobrado o valor de R$105,00; para as inscrições de nível médio, R$90,00; e para as inscrições de nível fundamental,
R$ 60,00. 
A estimativa mínima é que 400 candidatos se interessem em participar do concurso, que terá para a organizadora um custo global estimado em R$ 34.000,00. 
O Aviso de Licitação - modalidade Tomada de Preço 001/2019 foi publicado no Diário Oficial dos Municípios, edição de quarta-feira, 27 de março de 2019. Já o extrato do contrato foi divulgado na edição de 29 de maio de 2019.
A última seleção foi em setembro de 2018, a Prefeitura de Jataúba  realizou um processo seletivo para o preenchimento de 12 vagas, todas para Médico, com remuneração de até R$ 7.645,80. Na ocasião, os profissionais foram avaliados apenas através de análise curricular.

                                            

.                                         Blog do França



                                      

Mourão vem em Recife na proxima semana.

O vice-presidente da República, General Hamilton Mourão (PRTB), acompanhado do correligionário e líder da oposição na Alepe, deputado Marco Aurélio Meu Amigo, cumprirá agenda na capital pernambucana na próxima quarta-feira (5). Marco Aurélio viajou para Brasília nesta terça (28) para alinhar alguns detalhes da visita. 

No Recife, Mourão participará da solenidade que lhe concede o título de Cidadão Recifense, proposto pelo na época vereador do Recife, deputado Marco Aurélio. A homenagem acontecerá às 16h30, na Câmara Municipal do Recife. Mourão também participará de um almoço com empresários associados ao grupo de Líderes Empresariais de Pernambuco (LIDE), que será realizado no Mar Hotel, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. 

Antônio Hamilton Martins Mourão nasceu no Rio Grande do Sul e é, além de político, general da reserva do Exército Brasileiro. Ele ingressou em 1972 na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) e morou no Recife por cerca de 3 anos. 

Ainda em Brasília, Marco Aurélio foi convidado para participar da cerimônia de posse do pernambucano Gilson Machado Neto para presidência da Embratur. Gilson, que é amigo pessoal do presidente Bolsonaro (PSL), participou no último fim de semana, ao lado dos deputados de oposição ao governo Paulo Câmara, Marco Aurélio e Clarissa Tércio (PSC), da manifestação a favor do governo Bolsonaro, realizada em Boa Viagem. 


                              Blog do França
                              Fonte: Jornal Folha

Pernambuco atinge meta de vacinação contra a influenza

       Estado é o 1º do Nordeste e 3º no Brasil com o maior percentual de imunização
Pernambuco atingiu a meta de vacinar, no mínimo, 90% de sua população contra a influenza. Até o início da tarde desta quarta-feira (29.05), 2.382.801 (90,10%) de pernambucanos já tinham sido imunizados. Isso significa que 261 mil ainda podem procurar os postos de saúde para receber a dose da vacina até a próxima sexta-feira (31.05). Até o momento, o Estado é o único do Nordeste e o terceiro no país a alcançar a meta. 

“Mais uma vez conseguimos mostrar que a mobilização de todos os gestores públicos faz a diferença em uma campanha de vacinação. Assim como ocorreu na ação contra o sarampo e a poliomielite, ano passado, também ficamos entre os primeiros Estados a atingir a meta mínima contra a influenza. Ainda nos anima ver que temos uma homogeneidade nas coberturas da maioria dos grupos prioritários”, afirma a coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), Ana Catarina de Melo.

Na análise dos grupos prioritários, já atingiram a meta de 90%: gestantes (93,18%), trabalhadores de saúde (97,77%), puérperas (113,96%), indígenas (98,01%), idosos (91,61%), professores (100,48%), comorbidades (90,17%) e funcionários do sistema prisional (214,06%). Crianças (84,96%), população privada de liberdade (85,64%) e policiais (militares, civis, bombeiros) e membros ativos das Forças Armadas (52,49%) ainda estão abaixo do percentual mínimo.

“Fizemos uma parceria com a Secretaria de Defesa Social para estimular o grupo dos policiais, bombeiros e membros da Polícia Civil a serem imunizados. Foram divulgados vídeos e cards com informações para chegar até essa população, que pela primeira vez participam da campanha de vacinação contra a influenza. Além disso, reunimos os municípios na semana passada para debater e divulgar estratégias exitosas, além de termos realizado um segundo Dia D no último sábado. Essa série de atividades foi essencial para conseguirmos alavancar nossos dados e chamar a atenção da população para a imunização”, reforça o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

O secretário ainda destaca a importância de vacinar as crianças entre 6 meses e menores de 6 anos. “Esse é o grupo com o maior número de pessoas ainda a serem vacinadas, mais de 113 mil. Por isso, convocamos os pais e responsáveis para levarem as crianças aos postos de saúde. Lembrando que essa população é a mais acometida pelos casos de síndrome respiratória aguda grave e de casos confirmados laboratorialmente para influenza”, pontua.

                                          Blog do França

O time do Sport recebe homenagem pela conquista do 42º título pernambucano

Romero Albuquerque entregou placa comemorativa ao vice-presidente executivo do clube, Carlos Frederico de Melo. Sivaldo Albino presidiu cerimônia.
A conquista do 42º título do Campeonato Pernambucano de Futebol pelo Sport Club do Recife mereceu comemoração, nesta quarta (29), na Assembleia Legislativa. A Reunião Solene, proposta pelo deputado Romero Albuquerque (PP), contou com a participação de membros da diretoria do time e de torcedores.  “Os destemidos e valorosos atletas da equipe, do passado e do presente, com indomável espírito de luta, colocaram o Sport entre os grandes times de futebol do Brasil”, enfatizou o deputado Sivaldo Albino (PSB), que presidiu a cerimônia.
O socialista disse que o 42º título foi merecido, e a equipe segue colecionando vitórias e fazendo a alegria dos milhares de torcedores. Na disputa de 2019, o Sport obteve 21 pontos em nove jogos, com sete vitórias e duas derrotas. Albino ainda ressaltou que o clube possui o maior complexo esportivo do Nordeste, oferecendo para crianças a partir de 7 anos escolinhas em várias modalidades, entre as quais futsal, basquete, handebol e remo.
O Estádio Adelmar da Costa Carvalho, mais conhecido como Ilha do Retiro, vem sendo palco de várias conquistas do time rubro-negro. Uma delas se deu em 2008, quando o Leão sagrou-se campeão da Copa do Brasil diante do Corinthians. O Sport também foi reconhecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como “o único e legítimo” campeão brasileiro de 1987.
“Ilustre torcedor rubro-negro, o escritor Ariano Suassuna costumava dizer que tinha pena dos adversários, por eles desconhecerem a felicidade, porque felicidade é torcer para o Sport”, lembrou Romero Albuquerque, que, em discurso, declarou-se um torcedor apaixonado. “Ser campeão 42 vezes de um mesmo campeonato revela que o time segue, fielmente, o que disse o seu fundador, Guilherme de Aquino, no ano de 1905: ‘Nasce um clube que é um autêntico campeão’ ”.
Atualmente, observou o deputado, o Sport está na Série B do Campeonato Brasileiro e passa por um momento difícil, sobretudo administrativamente. “Mas os dirigentes saberão apontar o leme do Leão para o acesso à Série A e coroar 2019 como um ano de conquistas”, acredita.
O parlamentar entregou uma placa comemorativa ao vice-presidente executivo do clube, Carlos Frederico de Melo. “Recebemos esta homenagem com bastante honra. O Sport é hegemônico no Estado e representa muito bem a sociedade pernambucana, a mistura de raças, cores, religiões e classes sociais. É um clube do povo, e a Assembleia, ao prestar esta homenagem, está à altura do que o Sport merece”, enfatizou.
Além de Sivaldo Albino, Romero Albuquerque e Carlos Frederico, compuseram a mesa dos trabalhos o cônsul honorário do Uruguai, Rodrigo Carneiro Leão; Leonardo Cruz, representando o Conselho Deliberativo do clube; o vice-presidente jurídico, Marcos Cabral Júnior; e Aluízio Albuquerque Filho, representante dos sócios.

                        Blog do França.
                         Foto: Jarbas Araújo

CBF suspende pontos de Botafogo x Palmeiras até julgamento no STJD

Atendendo a uma recomendação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) suspendeu os pontos obtidos pelo Palmeiras na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, no último sábado, até o julgamento da entidade em relação ao pedido apresentado pelo time carioca para a anulação da partida por quebra de protocolo do VAR.
Desta forma, o Palmeiras passa ter 13 pontos na classificação até uma definição relativa ao caso. Mesmo assim, o time comandado por Felipão permanece na liderança da Série A do Campeonato Brasileiro, com um de vantagem em relação ao Atlético-MG. O Botafogo permanece com 9.
A suspensão dos pontos atende a uma recomendação do STJD, que na última terça-feira acolheu o pedido do Botafogo para que um possível erro de direito seja analisado. Ainda não há data para o julgamento.

O Botafogo pediu a anulação do jogo contra o Palmeiras por um suposto uso indevido do árbitro de vídeo (VAR). O clube alega que o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior já havia prosseguido normalmente um novo lance, o que impediria o uso do VAR.

                                   Blog do França.
                                   Fonte: Fogão Net.

quarta-feira, 29 de maio de 2019

O INCANSÁVEL FURIBINHA EM SUAS COBRANÇAS PRA JATAÚBA.

Na tarde desta terça-feira o ex-vereador Furibinha ( PT ), esteve  na gerência regional da compesa em Santa Cruz do Capibaribe para acompanhar os serviços na cidade de Jatauba.

Onde cobrou agilidade e atendimento nos bairros que ainda não recebem água na torneira, assim como cobrou na reunião em Recife na Presidência juntamente com a  deputada estadual  Alessandra Vieira (PSDB).

Por exemplo; A obra abandonada que a empresa só deu início há mais de 3 anos que foi a troca da tubulação em amianto, instalação de rede de distribuição nos bairros que nunca receberam água. A conclusão da Adutora de Santa Cruz à Poço para interligar na Adutora de Poço Fundo à Jatauba, que também está paralisada desde dezembro de 2018 faltando alguns metro apenas para chegar em Poço Fundo.
Furibinha teve contato ontem novamente com Lucíolo Ferraz do DRI, que é assessor de Simone Albuquerque Albuquerque, segundo ele já está sendo providenciado junto à empresa essa tubulação. Em Santa Cruz o ex-vereador foi recebido tambem por Kassio Kromer Moraes Pinto coordenador técnico, o mesmo comunicou que a compesa está com duas equipes trabalhando nos vazamentos que são muito na cidade, e que o sistema foi desligado devido a um vazamento na ETA Poço Fundo mas que já havia tomado as devidas providências e  que na quarta-feira (hoje), estariam indo à Recife para buscar material para solucionar o problema até no máximo em 3 dias.

E que a tubulação que chegou no acampamento em Santa Cruz do Capibaribe na última semana, será para a Adutora do Alto Capibaribe, que liga  Barra de São Miguel à Santa Cruz do Capibaribe. Comunicou Furibinha.


                Blog do França.
               

Após apelo de Bolsonaro, Coaf não ficará nas mãos de Sergio Moro

Parlamentares da base aliada passaram boa parte da sessão justificando o voto que tirou o Coaf do ministro Sergio Moro
O governo conseguiu nesta terça-feira (28) uma vitória no Senado e aprovou sem alterações a medida provisória que reduziu de 29 para 22 o número de ministérios. Senadores atenderam a um pedido do presidente Jair Bolsonaro, que, em carta, pediu que mantivessem o texto da forma como foi aprovado na Câmara e deixassem o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sob a alçada do Ministério da Economia.

Parlamentares da base aliada passaram boa parte da sessão justificando o voto que tirou o Coaf do ministro Sergio Moro. A defesa de que o órgão ficasse no Ministério da Justiça foi uma das pautas levadas às ruas por manifestantes nos atos a favor do governo no domingo passado.

Em carta, assinada em conjunto com Moro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente pediu que os parlamentares não tentassem alterar a MP, sob risco de ter que retornar a estrutura anterior da Esplanada dos Ministérios, com 29 pastas - atualmente são 22. O documento foi entregue pelo chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni - também signatário -, ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), durante café da manhã no Palácio da Alvorada.

O pedido colocou em lados opostos o desejo inicial de Moro, de ficar com o comando do Coaf, e o interesse do governo em manter a estrutura com 22 pastas, independentemente em qual ministério estará o órgão de controle financeiro.

Antes de colocar o texto em votação, Alcolumbre tentou um acordo com líderes de partidos. Por mais de duas horas, a portas fechadas, apelou aos colegas para que não houvesse pedidos para que a questão do Coaf fosse votada nominalmente. Encontrou resistências.

Nem a carta de Bolsonaro nas mãos foi suficiente para o presidente do Senado demover os colegas. Quem acompanhou a discussão disse que os principais opositores ao acordo eram os senadores Álvaro Dias (Podemos-PR) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que diziam querer ouvir as ruas antes de tomar qualquer decisão. 

"Imagino as pessoas que foram às ruas indignadas com o acordo que o governo fez mesmo contra o interesse do ministro Sergio Moro", afirmou Randolfe. 

O PT, que estava disposto a fazer oposição, não demonstrou empecilho para o governo na reunião. "Ver Bolsonaro, Centrão e PT juntos não tem preço", ironizou Randolfe.

Um dos principais defensores de devolver o Coaf ao ministro Sergio Moro, o líder do PSL no Senado, Major Olimpio, recuou após o pedido do governo e passou a defender que os colegas atendessem a vontade de Bolsonaro. Pedia que valorizassem a carta assinada pelo presidente e pelos seus ministros e chegou a elogiar a oposição por votar com o governo. 

"Hoje, eu tive verdadeiras aulas de cidadania plena na reunião de líderes, onde pude testemunhar o líder Humberto Costa, do PT, na grandeza de dizer pelo País que 'se nós quisermos, nós colocamos um kit obstrução e nós travamos o que pudermos, mas nós não estamos torcendo pelo quanto pior, melhor; nós estamos torcendo para que tenha um encaminhamento que possa ser melhor para o povo brasileiro'", disse Olimpio.

O mesmo fez outros integrantes do PSL, como a senadora Soraya Thronicke (MS). "Bolsonaro nos garantiu que o Coaf vai para o Ministério da Economia com toda a estrutura montada pelo ministro Sergio Moro. Vai o batalhão, muda o comando, mas o presidente da República é o mesmo", disse. "Vão-se os anéis e ficam os dedos".

A preocupação dos senadores era com o próximo passo de Bolsonaro caso o Senado fizesse um gesto em favor do governo e aprovasse o texto da Câmara.

"É preciso entender se o presidente vai realmente descer do palanque. Ele não precisa nesse momento de votos, mas de apoio político e saber dialogar com as pessoas certas", disse Simone Tebet (MDB-MS). "Ele tem de somar uma base no Senado e na Câmara e essa base não precisa vir de Centrão nem de toma lá, dá cá. Tem muita gente nova (de primeiro mandato) nas duas Casas. Ele tem de por a equipe dele para fazer política", afirmou a senadora.


     Blog do França .
     Fonte: Estadão.

terça-feira, 28 de maio de 2019

VEREADOR MAVIAEL DE JATAÚBA DISSE QUE SALÁRIO ATUAL É DE 6.000 REAIS. .

O vereador Maviael de Abílio , líder da oposição e do grupo da terceira-via na Câmara de Vereadores de Jataúba, foi o único a falar sobre a ação movida pelo advogado André Tadeu e acatada  pelo juiz do município de Jataúba. Porém acha que o juiz se equivocou na decisão.

Segundo o vereador Maviael o teto salarial de 7.590 reais foi uma votação da legislação passada, no fim do ano 2016 pra 2017. Que poderia baixar na próxima legislatura, no caso á atual para 6.000 reais.

E que já  está em  vigor, atualmente o salário base do vereador é de 6.000 reais bruto. Com os encargos e descontos  na folha, dependendo dos dependentes " filhos ", o salário fica em média 5.000 reais a 5.200, para os vereadores de Jataúba. Declarou o vereador Maviael de Abílio.

                         
                Blog do França.

Velório do cantor Gabriel Diniz começou no ginásio Ronaldão

O corpo do cantor Gabriel Diniz, morto em um acidente aéreo nessa segunda-feira (27), já está sendo velado, no ginásio de esportes ‘Ronaldão’, em João Pessoa. O corpo do músico chegou durante a madrugada – por volta de 5h – desta terça-feira (28).
Neste primeiro momento, o corpo de ‘GD’ está sendo velado inicialmente pelos pais, familiares e amigos do cantor, entre os quais o também cantor Wesley Safadão e a dupla Matheus e Kauan.
O local para o público foi aberto às 8h. O sepultamento ocerrerá durante a tarde, no cemitério Parque das Acácias, na capital paraibana.
Diniz e os outros dois ocupantes morreram na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul do estado, no início da tarde dessa segunda.
Os corpos chegaram ao IML às 18h15 e foram liberados às 21h dessa segunda do Instituto Médico Legal de Sergipe (IML), em Aracaju.

                 Blog do França.
                 Informações: MaisPB

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Em Jataúba justiça determina redução nos salários de prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais


                  EXCLUSIVO
Mais uma cidade do Agreste de Pernambuco foi alcançada pela série de ações populares de autoria do advogado André Tadeu Mota Florêncio. Desta vez o juiz de Jataúba decidiu anular os efeitos das leis editadas em 2016, que determinavam os salários do prefeito Antônio de Roque, do vice-prefeito Buraco, dos secretários municiais e dos vereadores.
Com a decisão o salário do prefeito cai de R$ 18 mil para R$ 15 mil. O salário do vice-prefeito passa de R$ 9 mil para R$ 7.500,00. Os salários dos secretários municipais deixa de ser R$ 3.600,00 para R$ 3mil e os salários os vereadores caem de R$ 7.590,00 para R$ 6 mil.
Tudo isso ocorre porque a Câmara de Vereadores de Jataúba, semelhante às câmaras de outras cidades, aprovou as leis nº 634/2016 e 635/2016 em setembro daquele ano. A Lei de Responsabilidade Fiscal prevê um limite mínimo de 180 dias antes do início da nova legislatura para atos que modifiquem salários de cargos eletivos.

Verba indenizatória do presidente da Câmara é totalmente suspensa



O presidente da Câmara de Jataúba, Paulo Floriano, teve a verga indenizatória totalmente suspensa. O valor equivalia a 100% do salário de um vereador e foi considerado ilegal na ação.
A Câmara de Vereadores de Jataúba e a prefeitura ainda pode recorre, embora o entendimento pela manutenção de decisões desse tipo tem sido pacificado no Tribunal de Justiça de Pernambuco.



       Blog do França. 
       Fonte: blog do Ney Lima .

Corpo do músico Gabriel Diniz foi localizado em uma área de mangue


Corpo do músico foi localizado em uma área de mangue
O cantor Gabriel Diniz, 28 anos, morreu em um acidente de avião nesta segunda-feira (27), na cidade de Estância, no sul do Sergipe. Ele estava em uma aeronave monomotor, que caiu no litoral do estado com outras duas pessoas, que também faleceram. Diniz havia fretado a aeronave, que decolou de Salvador/BA, após ele fazer um show em Feira de Santana/BA, no fim de semana. O corpo foi localizado em uma área de mangue.

Próximo ao local da queda aeronave foram achados documentos pertencentes ao cantor. O avião que caiu era um Piper PA-28-180 Archer de matrícula PT-KLO. O músico queria ir para Maceió/AL comemorar o aniversário da noiva, a psicóloga alagoana Karoline Calheiros, que completou 25 anos nesse domingo (26). 
Gabriel Diniz nasceu em 10 de outubro de 1990 em Campo Grande/MS. Com "Jenifer", GD, como era conhecido, despontou como hit do Carnaval 2019 e alcançou o auge da sua carreira.

          Blog do França.
          Fonte: Jornal Folha.

POR 6X3 REJEITADA CONTAS DE LULA DA CAPIVARA

Na última  sexta-feira 24/05, a câmara municipal da cidade de Frei Miguelinho rejeitou o parecer do TCE, do ex-prefeito Lula da Capivara. 

Por 6 votos a favor e 3 contra, a maioria  dos vereadores rejeitaram o parecer do TCE que aprovou as contas com ressalvas. 

Segundo os vereadores havia vários indícios de irregularidades, que foram encontrados pelos mesmos. Tendo conhecimento da realidade na época do município, com o descaso do ex-prefeito Lula da Capivara em sua gestão, com salários atrasados e obras superfaturadas sendo que mais de 50% não foram concluídas.

Por esses motivos os vereadores rejeitarem as contas do ex-prefeito Lula da Capivara, que pretende recorrer e tentar uma nova eleição em 2020.  


                       Blog do França. 

Humberto Costa volta a criticar cortes do Governo Federal em áreas que considera essenciais

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, esteve concedendo entrevista ao radialista Alberes Xavier, e na oportunidade, voltou a criticar cortes em áreas essenciais promovidos pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL), além disso, o mesmo comentou a proposta de Reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional.

Diante dos cortes que tem se estendido por áreas como educação, saúde e benefícios sociais, o senador não polpou críticas ao Governo Federal e se mostrou preocupado com os municípios. "Nossa preocupação é que o governo Bolsonaro tem se resguardado de continuar a exercer várias daquelas que são funções da união, deixando essas funções para as administrações municipais que não podem fugir do atendimento as necessidades da população".

Apesar da Reforma da Previdência ainda está tramitando na Câmara Federal, o Senador avaliou que mudanças importantes precisam ser feitas no texto. "Acho que a Reforma da Previdência na forma que ela está proposta dificilmente será aprovada. Para que haja qualquer aprovação, terá que haver muitas mudanças importantes de conteúdo e sem isso ela não passa. Se acontecerem essas mudanças, acho que tem uma chance de ela ser aprovada pela Câmara e no Senado", disse.

Para o senador, a Reforma da Previdência não vai garantir a volta do crescimento e que atual proposta deveria prever o combate aos privilégios da classe política e dos judiciário. "No meu ponto de vista essa Reforma da Previdência não garante crescimento, não garante absolutamente nada em relação a isso. Se ela tivesse que ser aprovada, ela teria que cortar despesas, naturalmente eliminar privilégios, o que não está acontecendo e aumentar arrecadação da própria Previdência Social por intermédio do combate a sonegação e da cobrança daqueles que são os devedores da Previdência". afirmou

Humberto se mostrou preocupado com o fato de que o Governo Federal coloca a Reforma da Previdência como a solução para vários problemas que existem atualmente. "Nenhum governo pode pautar sua política econômica por um assunto só que, inclusive, não depende diretamente do Governo, depende do Governo e do Congresso Nacional. Para tudo a alternativa é a Reforma da Previdência, nós não temos uma proposta para enfrentar o desemprego, não temos uma proposta para enfrentar o baixo crescimento econômico", avaliou.

Se ligue – O programa “Cidade em Foco” vai ao ar de segunda a sexta-feira: 11:00 hs, na Rede Agreste de Rádios, composta pelas Emissoras: Rádio Filadélfia FM (104,9), Farol FM (90,5), Rádio Vale FM (91.7), Rádio Cambucá FM e pela Internet: www.filadelfiafm.net.


                Blog do França.
                Fonte: Blogcidadeemfoco.

Homens de 20 a 39 anos são maiores vítimas de acidentes de trânsito

         

Cerca de 23,5% dos que sobrevivem apresentam sequelas, principalmente amputação e traumatismo craniano; motociclistas são os que mais morrem

Os motociclistas são as principais vítimas fatais, segundo o Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (24) que os homens são as maiores vítimas de acidentes no trânsito. A maioria tem entre 20 e 39 anos. A maior parte das mulheres que morre no trânsito também é jovem, da mesma faixa etária.
Cerca de 35,3 mil pessoas morrem por ano em acidentes de trânsito, de acordo com dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM).
O Ministério afirma que os acidentes são a segunda maior causa de mortes no país. "Isso gera uma grande sobrecarga nos serviços de urgência e emergência do SUS com números crescentes de internações", afirmou por meio de nota. 
De acordo com o SIM, foram 182 mil internações em 2017, ano mais recente do levantamento, sendo que 78,2% se referem a homens.
As principais vítimas fatais são motociclistas (12.199), ocupantes de automóveis e caminhonetes (8.511), pedestres (6.469) e ciclistas (1.306).
O Ministério resssalta que o impacto dos acidentes na saúde pública inclui o tratamento de sequelas físicas e emocionais.
Um levantamento feito a partir de 1,7 milhões de internações relacionadas a acidentes de trânsito entre 2000 a 2013 mostrou que 23,5% dos pacientes apresentam sequelas, sendo as principais a amputação e o traumatismo craniano, principalmente em pedestres e motociclistas homens de 20 a 29 anos.


                       Blog do França.
                       Fonte: R7

No Facebook conteúdo violento aumenta quase 10 vezes em um ano

         
Número de publicações chegou a 33,6 milhões entre janeiro e março deste ano.

O número de publicações com conteúdo violento punidos por violar as regras do Facebook aumentou quase 10 vezes em um ano, saindo de 3,4 milhões no primeiro trimestre de 2018 para 33,6 milhões entre janeiro e março de 2019.
O balanço foi divulgado pela plataforma no documento Relatório de Transparência, que traz números relativos a providências tomadas em relação a posts de usuários a partir de suas regras internas.
Do total de 33,6 milhões conteúdos violentos punidos, 171 mil foram objeto de reclamações questionando a retirada e solicitando a retomada. Cerca de 70 mil mensagens foram republicadas, sendo 24 mil após o recebimento de reclamação e 45 mil por iniciativa própria do Facebook.
As sanções foram tomadas com base nos "Padrões da Comunidade", uma das normas internas da rede social, juntamente com os "Termos de Serviço" e as "Políticas de Privacidade". Os “Padrões da Comunidade” são formados por um conjunto de regras que definem o que é proibido e o que é passível de sanção pela companhia.
São vetados, por exemplo, posts com nudez, imagens de violência extrema, de suicídio ou auto-mutilação, vendas não autorizadas, mensagens de apoio a causas ou grupos terroristas e discurso de ódio. Com base nesses parâmetros, o Facebook monitora as publicações de seus usuários, bem como recebe denúncias dos usuários apontando violações às regras.
Entre as providências tomadas estão a cobertura de publicações com avisos (como indicando que se trata de conteúdo violento), a remoção de um conteúdo, a suspensão de uma conta ou até mesmo o repasse da denúncia para autoridades quando se tratar de um crime. No caso de notícias falsas, não há remoção, mas limitação do alcance no newsfeed dos usuários.
Além dos conteúdos violentos, a empresa também puniu mensagens com discursos de ódio. O número de publicações removidas, marcadas ou cujos autores tiveram as contas suspensas saiu de 2,5 milhões para 4 milhões na comparação entre o primeiro trimestre de 2018 e de 2019.
Os posts de propaganda terrorista punidos com medidas deste tipo também subiram no mesmo período: saíram e 1,9 milhão no primeiro trimestre de 2018 para 6,4 milhões nos primeiros três meses de 2019. Quase a totalidade das medidas foi resultante de iniciativa própria do Facebook a partir da filtragem que realiza dos conteúdos publicados.
Os relatórios de transparência são divulgados periodicamente pela plataforma. Eles estão disponíveis na rede.


                                Blog do França.
                                Fonte: R7

Famup lidera lobby de prefeitos da PB para prorrogação de mandatos por mais 2 anos


Políticos de 210 municípios paraibanos assinam manifesto em defesa da PEC que unifica eleições no Brasil  (Foto: Ascom)
Políticos de 210 municípios paraibanos, entre prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, assinaram, nesta  última sexta-feira (24), um manifesto em defesa da PEC 56/2019, apensada à PEC 376/2009, que propõe uma eleição única em 2022. A adesão aconteceu durante ato realizado pela Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), em Campina Grande. Durante o evento, que contou com a participação de senadores, deputados federais e estaduais, também ficou garantido o apoio da bancada federal paraibana no Congresso à causa
De acordo com o autor da PEC 56/2019, o deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB-SC), a proposta já recebeu o parecer favorável do relator na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, Valtenir Pereira (MDB-MT), e aguarda apenas a votação para seguir ao plenário. “Temos grandes chances de aprovarmos essa proposta, basta união. Então, é importante que identifiquemos os deputados de cada estado que compõem a CCJ para pedirmos o apoio, pedir para que votem favorável ao relatório”, destacou durante pronunciamento encaminhado aos prefeitos e vereadores da Paraíba.
De acordo com o presidente da Famup, George Coelho, a todas as federações do país estão envolvidas e discutindo esse tema, assim como a Confederação Nacional de Municípios (CNM). Na defesa da PEC, George destacou as dificuldades enfrentadas pelos municípios e disse que se for preciso vai acampar no Ministério da Economia para cobrar o que é de direito, além de fazer vigília no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a liminar dos royalties seja apreciada.
“Aqui na Paraíba decidimos fazer esse movimento, pois sabemos que eleições de dois em dois anos atrapalha principalmente as gestões. Nós prefeitos somos obrigados a parar, ficamos sem poder realizar convênios, fazer licitações e até de receber uma emenda parlamentar. Acho interessante que a gente trabalhe nesse sentido de unificar as eleições. Também dizer para a população que o melhor é uma eleição única a cada quatro anos já que as gestões enfrentam muitas dificuldades em anos eleitorais. E nesse encontro dissemos justamente isso, que a eleição unificada é melhor para os municípios paraibanos e brasileiros”, destacou o presidente da Famup.
O deputado federal e coordenador da bancada federal paraibana no Congresso, Efraim Filho (Democratas), disse que apesar de acreditar na aprovação da PEC, o caminho ainda carece de alguns desafios, como por exemplo, convencer os estados do Centro-Sul a aderirem à proposta de unificação das eleições.
“Aqui somos mais unidos, mas lá é mais difícil. O caminho que enfrentaremos não encontraremos só flores, mas acredito que venceremos. É necessária a unificação. Se não houvessem eleições a cada dois anos, tenho certeza que a gestão interna – onde o grande desafio da nossa democracia hoje que é a eficiência – talvez estivesse em outro patamar. Então é com esse sentimento de mudança e melhorias que junto com a bancada marcharemos unidos em prol dessa causa. Tenho quase certeza que teremos os 15 votos da bancada da Paraíba na aprovação dessa PEC”, destacou Efraim Filho
O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), representando os prefeitos no evento, pediu a união de todos os gestores, vice-prefeitos e vereadores para a aprovação da PEC. Na ocasião ele citou a defesa dos agentes de saúde para aprovação do novo piso salarial. “Precisamos ser fortes e unidos como eles foram. Não é possível que prefeitos, vices e vereadores não consigam se mobilizar e fazer essa mudança para termos eleições unificadas no Brasil”, defendeu.
Estiveram presentes os senadores José Maranhão (MDB), Daniella Ribeiro (Progressista) e Veneziano Vital do Rêgo (PSB), além dos deputados federais Aguinaldo Ribeiro (Progressista), Edna Henrique (PSDB), Damião Feliciano (PDT), Frei Anastácio (PT), Gervásio Maia (PSB), Julian Lemos (PSL), Pedro Cunha Lima (PSDB), Ruy Carneiro (PSDB), Wellington Roberto (PR), Wilson Santiago (PTB); e a secretária estadual do Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Cláudia Vital do Rêgo, representando o governador João Azevêdo (PSB).
Entre os deputados estaduais estavam Camila Toscano (PSDB), Ricardo Barbosa (PSB), Wilson Filho (PTB), além do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB).
Iniciativa – A Famup foi a responsável por levar o a pauta ao Conselho Político da Confederação Nacional de Municípios durante o 36º Congresso Mineiro de Municípios, realizado em Minas Gerais. Depois da proposta apresenta por George Coelho, o presidente da CNM, Glademir Aroldi, foi até a Câmara dos Deputados conversar com o autor da PEC e o relator da proposta.
“A gente se reuniu com o relator da matéria, o presidente da CCJ, para tentar construir uma posição que atenda à expectativa da população brasileira. A unificação das eleições é boa para o Brasil por conta da economia. Nós tivemos uma eleição no ano passado e teremos outra no próximo ano. Os orçamentos não se conversam. Em 2017, os Municípios vão estar nos seus planos plurianuais. Agora em 2019, a União e os Estados fazem o deles. Então, nosso orçamento não se alinha”, disse Aroldi.


                Blog do França. 

domingo, 26 de maio de 2019

Bolsonaro pretende passar por cima de todos e de tudo fechando a Câmara,Senado e a Corte Suprema.

Militantes radicais falam em fechar o Congresso e o STF – o que seria um golpe na democracia. Incapaz de se articular com os poderes republicanos, o presidente parece não reprovar a ideia

A boa-fé do político é a clareza; Jair Bolsonaro é a escuridão – toda vez que ele se manifesta, pessoalmente ou no Twitter, dá curto-circuito na democracia do País. Bolsonaro aposta na confusão social e política, como o faz todo governante com temperamento autoritário, porque é nesse clima que ele consegue se vitimizar e responsabilizar os demais poderes republicanos pela paralisia do Brasil – enquanto a culpa é dele próprio, devido, sobretudo, a sua incompetência, inépcia e inabilidade. O truque é velho demais e frequenta a agenda dos que narcisicamente deliram com a perpetuação no poder. Bolsonaro deu as costas à classe política e menospreza o Congresso – poder constituinte imprescindível ao funcionamento democrático de uma Nação -, e isso ocorre desde o primeiro minuto de seu mandato. Nos últimos dias, no entanto, o capitão da reserva ultrapassou os limites de freios e contrapesos inerentes ao Estado de Direito e aos regimes representativos, flertando abertamente com o autoritarismo ao dar motivo à organização de uma manifestação em seu apoio, agendada em cinquenta cidades do País para esse domingo 26. Bolsonaristas radicais alardearam ao longo da semana que “um protesto estava sendo montado”, e a primeira pergunta, a mais óbvia de todas, é a seguinte: protestar contra o quê? É ridículo, mas só se for para protestar contra o próprio Bolsonaro, pois não é outra pessoa, senão ele, a responsável pela fomentação das crises nacionais – nelas incluído o choque entre os poderes federativos.
A ideia do “protesto” flerta com o autogolpe autoritário, pega na mão do arbítrio e beija o regime de exceção, a tal ponto que apoiadores de Bolsonaro, do primeiro time à época de sua campanha eleitoral, não concordam inteiramente com esse ato. O movimento empresarial Brasil 200, por exemplo, que tem entre seus representantes os empresários Flávio Rocha e João Appolinário, diz sim às palavras de ordem que cobram do Legislativo as aprovações da Reforma da Previdência e do pacote anticrime do ministro Sergio Moro. O movimento é literalmente avesso, porém, aos extremismos que pregam o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal. “A forma como a proposta da manifestação surgiu era um pouco nebulosa, vimos pessoas com hashtags sobre invadir o Congresso e o STF”, diz Gabriel Kanner, presidente da entidade. “A nossa orientação é refutar qualquer tipo de pedido nesse sentido”. No interior do Brasil 200, as mensagens de Whatsapp que se liam na semana passada explicitavam “parabéns ao Flávio por não aderir ao ato golpista de Bolsonaro”, “peço a todos que repensem qualquer apoio a esse governo” e “estamos num momento gravíssimo”. Ou seja: o conservadorismo clássico do Brasil 200, que pode até ser de direita, quer economia liberal e democracia política, mas jamais ditadura. O igualmente conservador Movimento Brasil Livre (MBL) segue no mesmo rumo. “Pautas como o fechamento do Congresso e do STF são antiliberais”, diz o deputado federal Kim Kataguiri, um dos líderes do MBL. Assim, nem entre os recém-criados grupos e legendas direitistas o presidente recebe apoio integral. A favor do “protesto” – comandado principalmente por dissidentes radicais das diversas organizações que atuaram em sua campanha eleitoral -, bolsonaristas postaram mensagens que, inimaginavelmente nos dias atuais, de fato pregavam o fechamento da Corte Suprema, da Câmara e do Senado. Nas ruas, o que se verá serão reivindicações em todos os sentidos, algumas plausíveis exigindo as reformas, outras malucas atraindo um golpe.
O presidente Jair Bolsonaro, passando por cima de todos e por cima de tudo, quer uma ligação direta com as ruas e vislumbra o atalho populista – idêntico ao seguido pelo bolivarianismo na arrasada Venezuela -, que descarta as necessárias e saudáveis intermediações de partidos, Parlamento e Justiça na práxis de governar. Se isso é devaneio de Bolsonaro, que julga ter chegado ao Planalto como “missionário de Deus” ou se achando “o próprio Deus”, como o qualificou no Facebook o pastor congolês Steve Kunda, o certo é que tal surto não é um problema somente dele, de seu clã e seguidores, em relação ao qual podemos dar de ombros. Não! Trata-se de loucura que recai sobre todos os brasileiros e que apenas na aparência é oca de sentido. Que ninguém, nem o mais puro coração da Terra, se engane: Bolsonaro, em seu vaivém de morde e assopra o Congresso, de morde e assopra o STF, é o emblema sem retoques de uma das mais geniais análises de William Shakespeare, na tragédia Hamlet, quando o moço príncipe dá sinais de descolamento da realidade. A seu respeito, o conselheiro do reino sentencia: “Loucura embora, lá tem seu método”.
A perigosa metodologia presidencial começou a ser exposta de forma contundente quando, pelas redes sociais, o mandatário divulgou uma mensagem, até então apócrifa, falando de “ingovernabilidade” no Brasil devido às “corporações” instaladas na elite do poder, sobretudo no Congresso (declarou-se posteriormente como autor da escrita o engenheiro Paulo Portinho). Qualquer governante que tivesse uma gota de bom senso no sangue teria jogado a mensagem no lixo, mas o “mito” preferiu tocá-la à frente e com a recomendação de “leitura obrigatória”. Daí veio para militantes extremistas o combustível para as manifestações. Terá gente ponderada no ato? Sim. Mas também terá aqueles que se movem somente pela ideologia e doutrinação, sem compromissos sérios com o País. Até as paredes do Palácio do Planalto, já escoladas nas tramas ideológicas à direita e à esquerda, sabem que Bolsonaro assim agiu com a mensagem de Portinho porque é incapaz de assegurar politicamente a governabilidade. Além disso, era a chance de ele falar em “ruptura” institucional e testar o povo. Houve quem aderisse à tal projeto imediatamente, feito os dirigentes do Clube Militar, que assumiram a convocação no Rio de Janeiro – é todo mundo da reserva e sem comando de tropa. E o líder do governo no Senado, major Olímpio, que orgulhou-se em dizer que “encabeçava o movimento” – eis uma frase que de fato lembra golpe: “encabeçava o movimento”.
 
                     
ESTRATÉGIA Jânio renunciou falando em “forças ocultas e terríveis”. Pensou que o povo o reconduziria ao Planalto. Bolsonaro faz o inverso: primeiro testa as ruas para depois, quem sabe, tentar o golpe
                                 O transatlântico e a canoa
Houve, no entanto, uma espécie de vitória antecipada das instituições democráticas, à medida que o próprio presidente do PSL, deputado federal Luciano Bivar, veio a público declarar que “a manifestação é sem sentido”. Contrário, também, dizia-se o líder do governo na Câmara, deputado federal Vitor Hugo. Finalmente, outra dura crítica à manifestação foi imposta pela deputada estadual Janaina Paschoal, de São Paulo. Com a força e o prestígio de parlamentar mais votada, Janaina iniciou os primeiros movimentos para deixar o PSL e disparou que o presidente está “gerando crises”. Na mesma linha foi o líder da comissão da Reforma da Previdência, Marcelo Ramos, para quem Bolsonaro arma “uma cilada”. “O problema dele não é com o Congresso nem com os parlamentares do centrão. É com a democracia e as instituições”, diz Ramos. “É surreal que alguém que viva da política há vinte e oito anos, que botou a família inteira na política, diga agora que a política não presta”. Para atar as duas pontas do cordão de isolamento que se faz em relação a Bolsonaro e ao seu personalismo, integrantes de dez partidos (entre eles PSDB, Cidadania, PT e PDT) reuniram-se em São Paulo e criaram uma cúpula suprapartidária de oposição, lançando o movimento “Direitos Já, Fórum pela Democracia”. Todas essas pessoas concordam com reivindicações realistas, mas é claro que jamais endossariam nem endossarão atitudes contra a democracia.
Com certeza Bolsonaro não esperava ficar tão isolado e nem supunha que o desembarque de tanta gente, daquilo que já lhe foi um transatlântico de apoio e hoje virou canoa sem remo, se daria com tamanha rapidez. Restam-lhe as ruas, mas as ruas são uma incógnita – e, nelas, ele não poderá estar pessoalmente para não correr o risco de impeachment por crime de responsabilidade. É bastante razoável supor que boa parte da militância radical anônima esteja presente no tal “protesto”, mas a cartada do presidente é contar com massiva participação do cidadão, digamos, comum. É dele que Bolsonaro precisa para se apoiar, após afrontar abertamente as instituições e, particularmente, a classe política. Jair Bolsonaro não conhece a história de seu próprio País, sequer a mais recente, porque, se a conhecesse, não teria esticado a corda sob risco de vê-la arrebentar.
Bastaria a ele lembrar de Fernando Collor e Dilma Rousseff, que quando se sentiram náufragos no mar de lama da corrupção insuflaram a população. Apelaram às ruas. E caíram do poder. Ainda no campo da história, a estratégia de Bolsonaro se aproxima, sobretudo, da tática de Jânio Quadros, em agosto de 1961. Jânio renunciou após sete meses na Presidência da República, falando em “forças ocultas” e “forças terríveis” que o impediam de governar. Tudo mentira. Ele acreditou que o povo o reconduziria nos braços ao Planalto, tal a sua popularidade sob o lema de “varrer a bandalheira”. Aconteceu o inesperado: o povo silenciou. Bolsonaro transformou as “forças ocultas” em “corporações” que levam à “ingovernabilidade”, mas está tomando uma precaução: testa as ruas antes de tentar o autogolpe. Seguindo o axioma matemático, a ordem dos fatores foi invertida, porém o resultado é bem provável que seja o mesmo: o suicídio político.
             A RUA E A QUEDA DE PRESIDENTES DA REPÚBLICA
Sempre que um governante do Brasil convoca a população para defendê-lo em praça pública, em uma situação de crise de poder, ele se dá mal. É quase uma regra. Começou com Jânio Quadros, que em agosto de 1961 tentou dar um golpe denunciando “forças terríveis e ocultas” que estariam atuando contra ele. Acabou sem apoio e sem cargo, além de ser classificado como lunático. Nenhum cidadão mexeu uma palha para mantê-lo no governo.
Outro caso notável é o do ex-presidente Fernando Collor, que, atolado em denúncias de corrupção, convocou, no dia 13 de agosto de 1992, em um pronunciamento na televisão, a população a vestir as cores verde e amarelo no domingo 16 e sair às ruas em defesa do governo. Seria uma resposta aos que o acusavam de corrupção. Em vez do verde e amarelo o que se viu foram milhares de jovens e adultos tomando as ruas das capitais vestidos com roupas negras e com o rosto pintado na mesma cor, em um sinal de luto contra a roubalheira. O movimento ficou conhecido como “caras-pintadas”. O mandato de Collor acabou em impeachment.
Dilma Rousseff, que, mais recentemente, chamou a população para ir às ruas defendê-la, também deu com os burros n’água. O chamado serviu de pretexto para a oposição se mobilizar. Diversas manifestações que reuniram centenas de milhares de pessoas tomaram o País entre 2015 e 2016 e definiram o seu destino, Dilma, pediu apoio do povovo. Também acabou sendo deposta.

                         Blog do França
                         Fonte: ISTOÈ

EM JATAÚBA, 01 CURA E 04 NOVOS CASOS DA COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS.

07 casos suspeitos foram descartados. A Secretaria Municipal de Saúde, informa nesta sexta-feira (03-07), que nas últimas 24 horas, foram co...